Colégio Magnum - Uma escola para sempre

Colégio Magnum Cidade Nova - Uma escola completa



Acontece no Magnum

Tema Transversal 2019

Imagem destacada

"2018 encerrou-se em um clima de bastante tensão e expectativa, decorrente de alterações significativas no cenário político. Já 2019 iniciou-se com uma sequência de desoladoras tragédias, amplamente divulgadas pelos meios de comunicação.

Famílias e educadores, sabemos do impacto que   ocorrências como essas, causadoras de comoção nacional, provocam em crianças e adolescentes, que as replicam e comentam nas redes sociais, sofrendo duplamente ao somá-las aos conflitos próprios de sua faixa etária.  

Na verdade, todos somos afetados pelos dramas desencadeados à nossa volta, independentemente da idade. Mas, por sermos adultos e educadores, nossa responsabilidade nos obriga a buscar formas de ajudar nossos estudantes a lidar com essas situações, possibilitando que amadureçam ao buscar esclarecimentos e aprendam com a necessidade de participação e prática da cidadania. 

Neste início de ano, além dessas ocorrências dramáticas, também é preciso considerar que é inegável que o País esteja passando por um processo de mudanças decorrente da linha de ação proposta   pelo novo Governo, e que isso atinge a todos de alguma forma. Mudanças de rumo são perfeitamente normais em regimes democráticos, pois nestes   os cidadãos, ao fazer suas escolhas, sabem que elas podem implicar significativas alterações advindas das iniciativas    de seus representantes no poder. Isso ocorre em vários lugares do mundo: USA, Espanha, França, Inglaterra, Rússia, Argentina, entre tantos outros países, que mudaram a direção de sua política e somos informados diariamente   pela mídia a respeito de implicações internas e externas decorrentes dessa mudança.

No Brasil, é provável que situações semelhantes ocorram, com a consequente apreensão  que as acompanha. Então, como principais  educadores da população infantojuvenil, família e escola terão que optar: poderão  fomentar o clima de confronto, cujo desconforto foi vivenciado  entre nós no segundo semestre do ano passado;  poderão  ausentar-se, mostrando-se pragmáticos  em relação à função da educação escolar, como também ocorreu em várias instituições no mesmo período em 2018;  ou poderão  atuar, objetivando  que nossos estudantes vivenciem a realidade frente a frente e aprendam a interpretá-la, a fim de que cresçam, amadureçam  e façam as  escolhas de forma consciente no momento certo.

Certamente, a última opção é a mais exigente e trabalhosa. Contudo, será ela que poderá colocar à prova o exercício de competências e habilidades socioemocionais de que tanto se fala na educação contemporânea.  Em prováveis momentos de tensão e mesmo de confronto, é que os alunos poderão demonstrar o desenvolvimento de seu nível intrapessoal, evidenciando como o autoconhecimento pode levá-los   a perceber seus limites, sua capacidade de autotransformação e contribuição pessoal para buscar alternativas. Também será a hora certa para demonstrarem habilidades de cunho extrapessoal, como a empatia, mostrando-se capazes de perceber o outro, com suas dores, dificuldades, aspirações, e respeitando suas formas de pensar e agir.  

Assim, 2019 será, no Magnum, um ano em que a união entre a família e a escola se fará mais necessária que nunca. Só unidas, essas duas instituições poderão tornar exequível o tema transversal proposto no final de 2018: FAMÍLIA E ESCOLA: INSTITUIÇÕES FUNDAMENTAIS, UNIDAS POR UM OBJETIVO COMUM, que enfatiza o quanto elas são fundamentais para a formação completa de nossas crianças e jovens.  Não temos dúvidas de que, pautados pelo bom senso, pela ponderação, pelo equilíbrio, pela boa vontade e pela compreensão, conseguiremos a melhor formação para nossos alunos.

Um grande abraço,

Eldo Pena Couto
Diretor do Colégio"