Colégio Magnum - Uma escola para sempre

Colégio Magnum Cidade Nova - Uma escola completa



Notícias  

Visita ao CCBB - 'Mondrian e o Movimento Stijl'

13 setembro 2016

Nossos pequenos visitantes foram fazer uma apreciação das obras do Mondrian.

Começamos nossa viagem pela Holanda, onde o talentoso artista nasceu.

Encontramos representações de paisagens, fazendas, moinhos, igrejas, flores, até o momento em que Mondrian percebeu que as paisagens não precisavam representar o real, que a pintura poderia representar o que ele sentia.

Essa descoberta foi um salto na carreira do artista, que começou a pensar na Arte como criação e não imitação.

Inspirado nas obras de Van Gogh, as cores exuberantes ganharam as telas e agradaram o público de Amsterdã.

Em Paris, cidade para onde iam todos os artistas, conheceu Picasso e muitos outros com a proposta de desconstruir a figura. Percebeu a força da linha e, a partir daí, iniciou sua pesquisa excluindo os detalhes.

Em 1933, teve medo do Partido Nazista da Alemanha, que estabeleceu que a única forma correta de pintar era representando fielmente a realidade. Tudo que fosse um pouquinho fora do padrão poderia ser queimado.

Decidiu sair de Paris para Londres e, em 1940, quando Londres foi bombardeada, ficou assustado e foi para os Estados Unidos.

Encontrou artistas, intelectuais e foi recebido com entusiasmo. Amou o Jazz, a arquitetura e as cores vibrantes de Nova Iorque.

Tudo isso o inspirou a usar só as cores primárias. As composições são fantásticas!

Suas linhas e cores podem ser vistas por aí: decoração, cinema, moda, design, arquitetura...

Muitos artistas “beberam na sua fonte”.

Foi espetacular ver tudo isso de perto. História e Arte no prédio maravilhoso do CCBB, espaço cultural da nossa rica Belo Horizonte.

Galeria de Imagens