COLÉGIO MAGNUM CIDADE NOVA

UMA ESCOLA COMPLETA

COLÉGIO MAGNUM CIDADE NOVA

UMA ESCOLA COMPLETA

Notícias  

A importância do recreio na vida escolar

08 fevereiro 2021

   O período do recreio também faz parte de um projeto educacional completo. Dentro da linha pedagógica do Colégio Magnum, baseada na filosofia agostiniana, consideramos a importância de os alunos desenvolverem habilidades sociais além das habilidades acadêmicas. Para isso, um espaço entre as aulas, em que os alunos possam interagir, é fundamental para seu desenvolvimento.

   Desde os recreios lúdicos na Educação Infantil até a pausa nos estudos para alunos em fase pré-vestibular, é importante para o aproveitamento do aluno que exista essa pausa. Além de ajudar a recarregar as energias para o restante do dia na escola, fazer lanches, conversar com amigos e tirar um tempo de descanso, os alunos também encontram no recreio uma oportunidade de aprimorar suas habilidades esportivas e artísticas.

   A socialização não é menos importante: em todas as fases escolares, é necessário que o aluno tenha espaço para estreitar a amizade com colegas. Manter relacionamentos positivos ajuda o ambiente escolar a se tornar mais receptivo e a criação de habilidades importantes para a vida, como empatia e respeito.

   É durante as interações do recreio, desde a infância, que os alunos têm maior oportunidade de interagir e criar laços afetivos. No Ensino Médio, adolescentes têm a oportunidade de formar amizades fora da sala de aula, o que é positivo também para o aproveitamento escolar, já que momentos de relaxamento também são importantes para diminuir o estresse.

   “O recreio favorece a interação e a socialização entre os pares, a renovação do vigor e da energia e, consequentemente, o aumento da atenção e da concentração”, explica Lana Medeiros, coordenadora de Formação do Ensino Fundamental.

   Para educadores, a pausa do recreio também tem seu valor. No início da vida escolar, eles podem observar como as crianças interagem durante esse tempo, se há questões de isolamento ou dificuldade de participar de momentos lúdicos. Com isso, eles podem ajudar os alunos em seu desenvolvimento cognitivo e social.

 

Descanso e socialização

   Para todas as fases escolares, é fundamental que haja um tempo para descanso. É uma ótima oportunidade para os alunos revigorarem suas energias e se prepararem para as aulas seguintes. Com o aumento dos desafios acadêmicos durante a vida, com maior carga de estudos, manter os níveis de estresse baixos ajuda no rendimento escolar.

   Outro ponto importante é que esse momento do recreio é uma oportunidade para os alunos estreitarem laços de amizade com seus pares. Isto é, a escola é onde eles encontram pessoas de sua idade, com os mesmos interesses, e passam bastante tempo juntos. Valorizar esse convívio faz com que eles tenham a oportunidade de conhecer pessoas novas e ampliar possibilidades.

   O Colégio Magnum valoriza as habilidades socioemocionais como essenciais para uma formação completa, humana e acadêmica. São qualidades como empatia, respeito, ética, responsabilidade, solidariedade, entre outras, que são criadas ao dar oportunidades para que alunos tenham relações positivas e acolhedoras entre si. A vida em comunidade e o valor da amizade são elementos essenciais da filosofia agostiniana, norte da linha pedagógica do Colégio. Assim, cria-se um ambiente alegre e acolhedor para todos.

 

Espaço adequado para a diversão

   Ter um espaço físico e uma infraestrutura adequada ao período do recreio também é importante para que tudo corra bem. É importante que haja pouca interferência de educadores, explica Lana, mas, para isso, deve existir um ambiente seguro, com elementos que favoreçam o convívio.

   “Disponibilizar quadras, bolas, petecas, cordas, jogos de tabuleiros e outros é importante para estimular a interação positiva entre os alunos, assim com um maior aproveitamento do espaço”, diz ela.

 

O recreio durante a vida escolar

   Ainda que o recreio seja importante em todas as fases escolares, os alunos costumam buscar atividades diferentes nesse período. A preferência dos alunos é o que guia as atividades, explica Lana. Para alunos mais novos, atividades e brincadeiras lúdicas estimulam a imaginação e a movimentação.

   A partir do Ensino Fundamental, há uma divisão entre alunos que buscam atividades mais coletivas e entusiasmadas e os que preferem descansar e ter um tempo de tranquilidade. “Eles alternam entre brincadeiras como futebol, basquete, vôlei, Four Square, pingue-pongue e outras”, considera a coordenadora, “e há também os que preferem se reunir com dois ou mais colegas e simplesmente sentar para conversar ou até ouvir uma música.”

   “Os maiores, do Ensino Fundamental II e Médio, na maior parte do tempo utilizam os recreios para conversar e, com muita frequência, são atraídos por propostas como recreios culturais”, continua.

   O Magnum também propicia encontros e compartilhamento de interesses, por meio de atividades em comum. Alguns exemplos são o clubinho de tricô, o grupo de oração Oásis e as exposições de trabalhos de alunos dos cursos extracurriculares de artes visuais.

 

Descontração no ensino remoto

   Com o isolamento social, as mudanças nos estudos e na vida escolar foram muito significativas. Mesmo com o ensino remoto, provou-se a importância de se dedicar um tempo à socialização entre colegas. “Adaptamos o modelo de recreio, para continuar proporcionando aos alunos a interação com os pares'', conta Lana, “principalmente porque a perda do contato presencial costuma ser a maior queixa de crianças e jovens.”

   Apesar disso, continua sendo relevante que eles tenham espaços de descontração e descanso, de formação de laços e diálogo. Além de ajudar a manter contato e amenizar a saudade, também é uma parte da formação integral como cidadãos. “Com frequência, os professores os orientam e relembram a necessidade de as ações serem pautadas em habilidades socioemocionais como respeito, gentileza, discernimento, tolerância, flexibilidade, paciência e outras”, completa.

   Com os desafios atuais, a forma como isso ocorre teve que ser reinventada, explica a coordenadora: “diariamente, são oferecidos 20 minutos para que os alunos estejam juntos, entre uma aula e outra, para conversarem sobre assuntos que não estão relacionados aos conteúdos trabalhados nas aulas”.

   E o saldo foi muito positivo. “Percebemos que, além de proporcionar a interação e a socialização - mesmo a distância - as conversas inoportunas no chat diminuíram, porque eles sabem que terão um tempo destinado a conversar sobre outros assuntos.”

   É claro que um ambiente receptivo e acolhedor ajuda no desenvolvimento dos alunos na esfera acadêmica e social. O recreio é uma peça-chave para a criação dessa atmosfera escolar positiva em todas as fases.

   Saiba mais sobre a formação socioemocional no Magnum.